(In) Sana!
Fotos do casamento do Rodrigo, vulgo Pretinho. Eu me senti muito orgulhosa quando fui convidada para ser madrinha do casamento do meu melhor amigo. Eternizei a minha torcida para que tudo dê certo quando assinei aquele livro. Muito feliz por vocês que tiraram a sorte grande quando se encontraram.



É engraçado como um simples fato pode fazer um efeito devastador dentro de você. Depois de tantas idas e vindas, de tantos desencontros e brigas e reconciliações, uma simples frase, dita no local errado, na hora errada, tenha me feito perder totalmente o encanto, o respeito e a consideração por alguém que eu julgava há uns dias atrás amar.

O tempo cura muitas coisas, eu sei disso. È um antigo ditado, mas faz todo o sentido quando se vive. Ninguém é insubstituível, as pessoas deixam sim, suas lembranças e impressões em outras pessoas, mas ninguém é eterno e só o tempo é capaz de mostrar isso de forma tão clara.

Eu já pensei ter pessoas insubstituíveis em minha vida diversas vezes. E pensei que morreria e nunca mais seria a mesma. Eu mudei sim, mas sobrevivi mais forte, mais determinada a seguir a vida que eu tracei pra mim. Hoje, eu sei, essas pessoas são lembranças boas de tempos que não voltam mais. Algumas foram grandes lições, boas e ruins também; outras ainda estão frescas em minha memória corporal e emotiva. Elas vão passar? Claro, como tudo na vida.

2 comentários:

Danielle disse...

Sana amiga, o tempo cura tudo, pode até demorar, mas como diria Cazuza: o tempo não pará, e quando menos esperamos, o sofrimento se torna lembrança! E você é uma pessoa tão iluminada, tão encantadora, que nunca fica sozinha por muito tempo!
Beijo bem grandão... e lembre-se: estou sempre aqui!!!
=]
DaNi NoBre

Cobra com Asa disse...

Muito orgulhosa dessa força! Mas caso bata uma vontade de colo, tu sabe que pode contar com essa amiga aqui!!!